INSIDE Life / VidaINSIDE Motherhood / Maternidade

Tudo o que te quero dizer Amorim

Meu filho, vive sempre a tua vida com generosidade, nunca negues ajuda a quem te pedir. Nunca dês mais do que podes e consegues dar.

Meu filho, tu não tens de viver as lutas da tua mãe nem as opções do teu pai. A tua vida é tua, todos os dias tua, e vou-te dar a coragem, o amor e a educação para a enfrentares todos os dias bem, com as melhores decisões que puderes tomar.

Meu filho, foste feito com o meu amor e tens o nome do amor, por isso, fala com todas as pessoas com amor e sempre que decidires, ouve todas as pessoas e decide com amor.

Meu filho, procura o mundo e vê o mundo. O mundo ensina-te tudo: porque é que o sol nasce e porque morre para nascer a lua. Porque é que os aviões levantam e porque sentimos fome, frio e dor. A mãe vai estar sempre à espera quando voltares do mundo e sempre com amor.

Meu filho, não dediques amor a quem não te ama. Vê sempre para além das palavras e nas entrelinhas dos actos. Se sofreres, pede ajuda. A mãe está sempre cá.

Meu filho, faz qualquer coisa pequenina todos os dias para o mundo ficar melhor. Também é teu este mundo que vivemos: poupa água, diz alguma coisa boa e gentil a alguém, ajuda alguém, aprende uma coisa nova e partilha o que aprendeste.

Meu filho, não julgues ninguém, não viveste as suas vidas para poderes julgar. Não deixes que te julguem. Nega com amor qualquer julgamento. Foi sempre a melhor opção que pudeste tomar para viver ou sobreviver.

Meu filho, faz sempre o melhor que te for possível para agires bem: seja a brincar na escola com outros meninos e meninas, seja nas tuas amizades, nas tuas relações, na tua profissão e em tudo o que quiseres da vida.

Meu filho, trabalha todos os dias para que os teus sonhos se concretizem. Alguns podem cair do céu, como o amor da tua vida, um bom amigo, mas a maior parte tens de trabalhar por eles. Meu filho tem sempre a ousadia de sonhar e de querer.

Meu filho, não te deixes contaminar por quem diz mal ou quer mal, seja o teu mal ou de alguém que gostes. Ignora. Nada bom vem dos boatos e da maldade.

Meu filho, perdoa sempre que puderes. Mesmo o que não tem perdão, mesmo o que te dizem para não perdoar e mesmo que o teu orgulho te diga para não perdoar. Perdoa quando sentes que deves.

Meu filho, não condenes para sempre, não julgues para sempre, porque nada é permanente.

Meu filho, não te resignes diante da injustiça, seja contigo seja com situações que presencies. Dá a tua cara, a tua força, a tua voz e não te resignes a atos desumanos e injustos.

Meu filho, não deixes ninguém a sofrer se uma palavra tua ou as tuas mãos puderem ajudar. Não deixes ninguém à fome se as puderes alimentar. Não ignores se souberes que alguma coisa podes fazer.

Meu filho, assim que puderes, não dependas de ninguém: não dependas de ninguém para te apoiar, de ninguém para te legitimar, de ninguém para te dizer o que fazer, de ninguém para te financiar. Conta sempre contigo para te amar.

Meu filho, responde sempre a quem perguntar e emociona-te quando tiveres de te emocionar.

Meu filho, experimenta tudo o que quiseres experimentar e tem sempre o discernimento para optar.

Meu filho, não obedeças a famílias, convenções, códigos ou ódios.

Meu filho, dá-te a quem te quiseres dar, mas tem a consciência para saber parar, deixar, aceitar e voltar.

Meu filho, não deixes que ninguém te diga o que está certo ou errado, sente e sabe o que fazer e falar.

Meu filho ouve, lê e sente, aprende com quem ouviu, leu e sentiu. Aprende com a arte e com os artistas. Faz por parar para ouvir, sentir, pensar e testar.

Meu filho não és o que te dizem, mas o que pensas, testas e sentes.

Meu filho, não há verdades absolutas. Eu tenho a minha verdade e o que senti. Tu tens a tua verdade indexada de forma proporcional ao que conheces e sentes. Há no mundo 7.7 biliões de verdades. Respeita a tua e a dos outros. E pede mais, testa mais e faz sempre mais.

Meu filho, o mundo é grande, o mundo é teu, vive a tua vida e a de mais ninguém só porque o dia tem luz, as noites são belas e nenhum deles tem cancelas, portas ou janelas.

Anabela dos Reis Moreira

Anabela dos Reis Moreira

Viajou por muitos países, conheceu muitas pessoas e muitos lugares. Aprendeu com todas as pessoas que observou e com quem conversou. Trabalhou em Portugal, na Bélgica, nos EUA e em Angola. Hoje desenvolve o seu trabalho na área da gestão de pessoas (recursos humanos), formação, coaching e mentoring. E escrita, adora escrever. Assumiu diferentes funções e colaborou com empresas em diferentes estados de maturação, quer em ambiente nacional, quer internacional. Desempenhou funções relacionadas com: gestão do talento e tarefas inerentes; gestão de recursos humanos em sentido lato e formação e desenvolvimento. A nível académico, estudou direito na Universidade de Coimbra, mas foi em Psicologia e no Porto que encontrou a sua verdadeira vocação. É certificada em Coaching, PNL e estuda todos os dias mais um pouco, vê mais um pouco, ouve mais um pouco para poder ser mais cultivada. Hoje gere a UpTogether Consulting e trabalha com pessoas, para pessoas. Faz programas de shaping leaders e reshaping leaders e gosta muito do que faz. Costuma dizer às crianças que forma enquanto voluntária em educação para os direitos humanos: “quando mais soubermos, quanto mais conhecemos e sentimos, menos somos enganados”. Enfrenta cada dia com uma enorme alegria que é simples de ver e sentir!

Posts Similares