INSIDE Life / Vida

Quantas vezes já te “queimaram”?

Não foram as bruxas que queimaram. Foram mulheres.
Mulheres que eram vistas como:
Muito bonitas,
Muito cultas e inteligentes,
Porque tinham água no poço, uma bela plantação (sim, a sério),
Que tinham uma marca de nascença,
Mulheres que eram muito habilidosas com fitoterapia,
Muito altas,
Muito quietas,
Muito ruivas,
Mulheres que tinham uma forte conexão com a natureza,
Mulheres que dançavam,
Mulheres que cantavam,
ou qualquer outra coisa, realmente.

Qualquer mulher estava em risco de ser queimada nos anos 1600.
Mulheres eram lançadas à água e se flutuavam eram culpadas e executadas. Se afundassem e se afogassem, eram inocentes.
Mulheres foram atiradas de penhascos.
As mulheres eram colocadas em buracos profundos no chão.
Por que escrevo isto? Porque conhecer a nossa história é importante quando estamos a construir um novo mundo. Quando estamos a fazer o trabalho de cura das nossas linhagens e como mulheres. Para dar voz às mulheres que foram massacradas, para dar-lhes reparação e uma possibilidade de paz.

Não foram as bruxas que queimaram. Foram mulheres.

Fia Forsström

Posts Similares