Pequenas Histórias Parvas sobre Maternidade e Paternidade

Pequenas Histórias Parvas sobre Maternidade e Paternidade – História 1 – Tau

O pai do Amorim, para o Amorim dormir melhor, sem zumbidos, anda atrás das melgas com uma T-shirt para as matar. 

Por estes dias, o Amorim agarra qualquer coisa para matar melgas. Toalha de mesa, pano de cozinha, toalha das mãos da casa de banho, ou até uma echarpe minha que apanhou no meu quarto. Depois corre pela casa a gritar: “tau, tau, tau”, de toalha em riste a fingir que mata melgas.

Já eu, ligo o ar condicionado a 16, e espero que as melgas morram geladas.

Ambas as estratégias funcionam. O Amorim dorme bem.

Nota: eu e o Amorim somos O+, uns doces para as melgas. Geralmente tenho famílias inteiras de melgas a jantar em mim.

Anabela dos Reis Moreira

Viajou por muitos países, conheceu muitas pessoas e muitos lugares. Aprendeu com todas as pessoas que observou e com quem conversou. Trabalhou em Portugal, na Bélgica, nos EUA e em Angola. Hoje desenvolve o seu trabalho na área da gestão de pessoas (recursos humanos), formação, coaching e mentoring. E escrita, adora escrever. Assumiu diferentes funções e colaborou com empresas em diferentes estados de maturação, quer em ambiente nacional, quer internacional. Desempenhou funções relacionadas com: gestão do talento e tarefas inerentes; gestão de recursos humanos em sentido lato e formação e desenvolvimento. A nível académico, estudou direito na Universidade de Coimbra, mas foi em Psicologia e no Porto que encontrou a sua verdadeira vocação. É certificada em Coaching, PNL e estuda todos os dias mais um pouco, vê mais um pouco, ouve mais um pouco para poder ser mais cultivada. Faz programas de shaping leaders e reshaping leaders e gosta muito do que faz. Costuma dizer às crianças que forma enquanto voluntária em educação para os direitos humanos: “quando mais soubermos, quanto mais conhecemos e sentimos, menos somos enganados”. Enfrenta cada dia com uma enorme alegria que é simples de ver e sentir!

Posts Similares